Quem sou eu Artigos Fotos com o deputado Deu na Imprensa Notícias Fale com o Junji Fale com o Junji
   
   
   
 
E-mail:
 
 
 
 
Tolerncia e bem viver
Ter�a-feira, 26 de Outubro de 2021 Enviar por e-mail Versão para Impressão acessos
61
 
#GeraoZ Desde os primrdios da civilizao humana, os conflitos surgem em todas as frentes. Com roupagens diferentes, mas princpios comuns. Ainda adolescente, participava de entidades sociais. Enquanto jovem, atuei em diretorias de associaes culturais, esportivas e agrcolas, assim como em organizaes poltico-partidrias. Os ditos mais velhos demonstravam averso ao avano dos jovens, dentro e fora das entidades. Notvamos clima idntico no processo poltico, que s se suavizava quando nos tornvamos vitoriosos em eleies livres e democrticas.

J ouviram falar da atual Gerao Z? a definio sociolgica dos jovens nascidos antes e aps a mudana do milnio, entre 1990 e 2003 (18 a 31 anos de idade), como concluiu pesquisa da rede global de agncias de publicidade McCann. Tratam-se de jovens recentemente diplomados ou cursando o ensino superior. Consideram-se cidados do mundo e acreditam que seus feitos repercutem em instituies e empresas. Conscientes dos problemas da sociedade, so hiperconectados, porm, solitrios.

A gerao Z marcada por jovens que nasceram num contexto tecnolgico desenvolvido. Para muitas empresas, um desafio receb-los e ret-los. A chegada dessa gerao no mercado de trabalho exige adaptao, no apenas no ambiente organizacional, mas tambm na gesto de talento, conforme demonstram os resultados da pesquisa. Cabe s empresas o desenvolvimento de prticas inovadoras para interagir com essa gerao.

Uma peculiaridade da gerao Z que, de forma geral, os jovens antecipam e simplificam muita coisa, alm de terem compreenso tecnolgica apurada, o que otimiza tarefas e tem impacto direto na produtividade das equipes. Se os milennials (gerao da internet) j eram conhecidos por serem digitais, fcil imaginar o que representa a gerao Z, que se adaptou aos desafios de um grande desenvolvimento digital e repele a burocracia vigente no setor pblico e corporativo.

O estudo mostra que so jovens responsveis e compenetrados com os problemas da famlia, sociedade, do Pas e do mundo. A diferena est no tempo reduzido para conversas presenciais, porque se concentram na internet. Da a solido que sentem, conforme detectaram os pesquisadores: 66% dos jovens da gerao Z sentem-se profundamente sozinhos, apesar de rodeados por familiares e amigos. No Brasil, 75% desses jovens sentem a solido dos hiperconectados. Quando questionados sobre o que pensam fazer para melhorar o prprio bem-estar, parcela significativa (36%) prefere se afastar dos outros para se concentrar em si mesmo.

Apesar das mudanas cclicas por que passa o mundo, o equilbrio emerge para pavimentar a estrada da compreenso. O processo alivia os transtornos e permite a superao dos desafios decorrentes dos conflitos de geraes. Afinal, so inerentes ao ser humano e sociedade como um todo.

Vamos interagir com os jovens da gerao Z! Independente da faixa etria, todos vivemos momentos diferentes. O respeito e a compreenso so fundamentais para uma sociedade mais saudvel e equilibrada. #TolernciaEBemViver

(Imagem: https://projetual.com.br/)

Junji Abe, produtor e lder rural, ex-prefeito de Mogi das Cruzes, na Grande So Paulo
Enviar por e-mail Versão para Impressão   Ler mais artigos
 
   



     
 
11/04/2014
Ateno aos obesos
 
08/04/2010
Imprensa amordaada, fim da democracia
 
09/07/2010
De corpo e alma
 
 
 
 
JUNJI ABE  |  NOTÍCIAS  |  ARTIGOS  |  IMPRENSA  |  GALERIA  |  Todos os direitos reservados © Junji Abe 2011  | Login


Correspondência: Av. Fausta Duarte de Araújo, nº 145 - CEP: 08730-130 - Jd. Santista - Mogi das Cruzes - SP   |   Telefone: (11) 4721-2001   |   E-mail: contato@junjiabe.com