Quem sou eu Artigos Fotos com o deputado Deu na Imprensa Notícias Fale com o Junji Fale com o Junji
   
   
   
 
E-mail:
 
 
 
 
Cuidados e reflexo
Ter�a-feira, 17 de Mar�o de 2020 Enviar por e-mail Versão para Impressão acessos
490
 
Vigora a inquietante preocupao ancorada na gravidade da pandemia do coronavrus, o Covid-19. Em apenas 3 meses, 170 mil pessoas infectadas em 120 pases, com o saldo de quase 7 mil mortes, e progresso geomtrica. O vrus no conhece fronteiras nem barreiras sociais.

A maioria dos pases vem tomando as medidas cabveis. Na Coria do Sul, por exemplo, a unio entre governo e povo resulta em aes drsticas capazes de impedir a proliferao. No Brasil, infelizmente, ainda existe uma minoria fantica que descumpre as recomendaes expressas do Ministrio da Sade.

Vale conclamar as pessoas a se conscientizarem do caos que essa doena contagiosa causa. E pedir que dispensem fake news! Acreditem em recomendaes legtimas, vindas das autoridades de sade, para nortear condutas!

Sem a pretenso de ser dono da verdade, proponho, humildemente, a anlise da pandemia sob o ponto de vista espiritual. Ser que a violenta contaminao no seria um aviso divino para uma reviso do comportamento humano? Afinal, a sociedade vive sob altssimo teor de animosidade, alimentando sentimentos beligerantes, onde impera o egosmo.

No curioso que a nica forma de defesa contra o vrus seja a conduta individual? Ou seja, a atitude de cada um pode salvar ou at matar os outros? Sofremos com a falta de estadistas capazes de contagiar as pessoas na construo do caminho da conciliao, da compreenso, respeito e unio. So elementos imprescindveis no somente para a superao do coronavrus, mas tambm para a consolidao da necessria paz mundial.

Por mais dolorosas que sejam as consequncias do coronavrus, lembro de provrbios ou ditados seculares. H males que vm para o bem ou Depois da tempestade vem a bonana so frases conhecidas que trazem grande aprendizado para quem se prope a entender a profundidade do seu significado. Neste momento, que sirvam de uma luz de esperana na busca da igualdade, paz e amor entre as pessoas.

De forma cclica, a humanidade abatida por males inimaginveis. Em 1330, a peste negra matou 50 milhes de pessoas. A varola, em 1896, causou 300 milhes de mortes. Para a tuberculose, em 1918, foram 1 bilho de vidas perdidas. A malria, em 1980, levou outras 3 milhes. No ano seguinte, foram 22 milhes de mortos pela Aids. So uma amostra dos fatos em nossa histria.

No campo espiritual, ouso afirmar que os males aparecem exatamente no sentido de despertar nas pessoas e no mundo a necessidade de construir ou reconstruir caminhos ou condutas permanentes. Tudo, com o objetivo de resgatar a humanidade do exacerbado sentimento de poder, riqueza, egosmo e ganncia, que geram prepotncia, violncia, intolerncia, desrespeito, vaidade, maledicncia e guerras, entre outros. uma onda ruim que atinge todos os setores, pblicos ou privados. Vamos fazer nossa parte, aprender as lies, ser humanos melhores e acreditar que o coronavrus tambm vai passar. #FocoeF

Junji Abe, produtor e lder rural, ex-prefeito de Mogi das Cruzes, na Grande So Paulo
Enviar por e-mail Versão para Impressão   Ler mais artigos
 
   



     
 
11/04/2014
Ateno aos obesos
 
08/04/2010
Imprensa amordaada, fim da democracia
 
09/07/2010
De corpo e alma
 
 
 
 
JUNJI ABE  |  NOTÍCIAS  |  ARTIGOS  |  IMPRENSA  |  GALERIA  |  Todos os direitos reservados © Junji Abe 2011  | Login


Correspondência: Av. Fausta Duarte de Araújo, nº 145 - CEP: 08730-130 - Jd. Santista - Mogi das Cruzes - SP   |   Telefone: (11) 4721-2001   |   E-mail: contato@junjiabe.com